Gratidão

POSTADO POR thiago 26, novembro, 2020
Comportamento

GRATIDÃO

Ato que traduz a fé; a crença no belo que está por vir.

Não significa deixar de ver o que ainda precisará melhorar ou potencialmente será melhor, mas significa ver o belo que está no presente. Sim, o negócio, a empresa, o escritório (não importa o formato, nem a complexidade do trabalho em andamento) ainda poderá crescer,  expandir, atingir mais e mais clientes; fornecer trabalho e conhecimento para sociedade. Mas é preciso olhar para o AGORA e valorizar o que é possível hoje. O hoje nos dá o impulso para o que sonho, o projeto, o desejo…

A gratidão reconhece o esforço do trabalho realizado pelos que nos antecederam, por amigos, por parceiros nos pequenos e grandes projetos. Agradecemos pelo diálogo duro, quando “teimamos em não ouvir”, agradecemos pelas “sugestões dadas de bandeja”, pelo empreendedorismo dos que “deram os primeiros passos”, pela palavra motivadora “nos dias mais cinzentos”. Enfim, agradecemos por fazer parte de um grupo de pessoas que trabalha não só pelo lucro, mas também pelo “sentido no que se faz”, no que se produz no encontro diário do trabalho.

Também pode ser a gratidão pelos desafios, pelas quedas, pelos erros, pois se tornaram aprendizados. Quantas vezes “boas ideias” surgiram de supostos erros? Quantas vezes tivemos a oportunidade de olhar para os processos, questionar e aprender com eles? Quantas vezes nos dispusemos a dar um passo para atrás, ampliar o olhar e então seguir?

Podemos ser gratos doando nosso tempo, nossa escuta, nosso votos sinceros pelo que “aquela” pessoa necessita “naquele” momento. Essa escuta qualificada pode ocorrer diariamente; nos corredores, na “hora do café”, no elevador, ou pode ser planejada e sistematizada de forma que todos sintam e entendam que fazem parte de algo maior. Todos compreendem o papel social do trabalho que realizam? Ou somente identificam o salário como resultado da reunião de pessoas em torno de algo em comum?

Sempre que possível, basta disciplina e interesse sincero, o grupo de trabalhadroes (não somente o presidente da empresa, o “dono do negócio” ou os gestores) poderá se organizar e doar. Doar em forma de gratidão.

Doando matéria (dinheiro, alimentos, roupas) poderão dar um “sopro de esperança”. Poderão ser um instrumento humano que diz ao outro: “você não está sozinho. Você é importante! Sua vida vale a pena. Siga! Não desista.”

Gratidão é a esperança que se cristalizou em nossos corações no formato de AMOR ESPONTÂNEO, simples, quase intraduzível.

Desejo que a gratidão guie teus passos e te fortaleça frente a cada desafio.

Autora: Lorena Martinez Barrales
Terapeuta Ocupacional no Hosp Municipal Dr. Artur Ribeiro Saboya
TAGS
Linkedin Facebook Twitter Instagram WhatsApp E-mail

Postado por thiago

thiago.

POSTE UM COMENTÁRIO

Nenhum Comentário